Leia a entrevista com o presidente do Hydrus, parceiro da UNIABES para cursos presenciais “in company”

A UNIABES, plataforma da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES voltada à educação e à promoção do conhecimento para o Saneamento Ambiental, em parceria com o Centro de Capacitação Hydrus Brasil acaba de lançar cursos na modalidade presencial “in company”, desenhados a partir de pesquisas realizadas para conhecer as reais necessidades em capacitação nas empresas operadoras de sistemas de água e esgotamento sanitário púbicas e privadas. Para mais informações, acesse aqui.

Segundo Newton de Lima Azevedopresidente da Hydrus, a faixa de operadores – o chamado “chão de fábrica” -, que corresponde a 150 mil no Brasil e a qual os cursos são direcionados, não recebe a devida atenção nos programas de educação corporativa das empresas. Esses trabalhadores, afirma “são aqueles que respondem mais rapidamente a novos estímulos. O engajamento pode ser rapidamente detectado na melhoria operacional e no processo de autovalorização”, frisa.

O HYDRUS tem como parceiro o Office International de l´Eau (OIEau), com sede na França, que conta com 28 anos de experiência em formação no setor de saneamento básico e com mais de 100 mil profissionais já treinados.

Serão oferecidos cinco treinamentos operacionais básicos, todos com carga horária de 8 horas e realizados em um dia. São eles: Ciclo Completo do Saneamento Básico, Hidrometria, Manutenção de Redes de Água, Manutenção de Redes de Esgoto e Desobstrução de Redes de Esgoto. “Os temas abordados têm total aderência ao cotidiano das operações”, destaca Lima Azevedo.

Leia a entrevista

Informe UNIABES – Como você vê esta parceria entre UNIABES e Hydrus para o setor de saneamento?

Newton de Lima Azevedo – Esta parceria nasceu da consciência da UNIABES e Hydrus de que a educação corporativa nas operadoras de água/esgoto no Brasil necessita dar atenção também aos seus colaboradores que representam 70% do seu efetivo – os “trabalhadores do chão da fábrica”

Informe UNIABES – Quais as vantagens de levar para sua empresa os cursos UNIABES/Hydrus?

Newton de Lima Azevedo – A inclusão dos cursos presenciais Hydrus na grade da Uniabes permitirá que as empresas passem a ter um universo de cursos disponíveis e adequar o seu programa de capacitação a todos os níveis de seus colaboradores.

Informe UNIABES – Com as mudanças ocorrendo no país e no setor, o que o mercado espera atualmente dos profissionais de saneamento?

Newton de Lima Azevedo – Um dos problemas crônicos do setor é a obstrução dos canais de comunicação com a sociedade. Temos a certeza de que estes cursos Hydrus permitirão que, com a legitimidade e penetração no setor, da ABES/UNIABES, profissionais do saneamento com uma melhor eficiência operacional, transformem-se em replicadores da importância do nosso setor na qualidade de vida da sociedade.

Informe UNIABES – Como os cursos “in company” tem beneficiado a performance de profissionais e empresas?

Newton de Lima Azevedo – Esta faixa de operadores ”chão de fábrica” nunca recebeu a devida atenção nos programas de educação corporativa das empresas. Composto em sua maioria de jovens com baixa escolaridade e pouco conhecimento técnico, estes trabalhadores (150 mil no Brasil), são aqueles que respondem mais rapidamente a novos estímulos. O engajamento pode ser rapidamente detectado na melhoria operacional e no processo de auto valorização.

Informe UNIABES – Quais os diferenciais destes cursos para os alunos que irão participar?

Newton de Lima Azevedo – São cursos de curta duração (oito horas) e os temas abordados tem total aderência ao cotidiano das operações. Os instrutores são engenheiros experientes que conseguem balancear informações técnicas e questões práticas.

Informe UNIABES – Os cursos podem ser levados para qualquer cidade do Brasil?

Newton de Lima Azevedo – Sim. A interação prévia entre a equipe Hydrus e a equipe de operação da empresa permite alinhar expectativas, detectar reais necessidades e estruturar as interações praticas (aprender fazendo).

Informe UNIABES – Na sua visão, como a qualificação dos profissionais pode contribuir para transformar o setor de saneamento brasileiro?

Newton de Lima Azevedo – A qualidade da gestão operacional é um dos problemas na grande maioria da operadoras brasileiras. Não adianta ter um ambiente jurídico institucional perfeito, se continuarmos, por exemplo, com níveis de perdas da ordem de 50%. Precisamos capacitar pessoas que utilizem os recursos disponíveis de forma eficiente e estabeleçam uma relação de confiança com a sociedade a partir da boa qualidade dos serviços prestados

Informe UNIABES – Quais são os maiores desafios neste cenário?

Newton de Lima Azevedo – Neste século XXI, estamos sendo inundados por informações, grande parte delas irrelevantes e que consomem nosso tempo discutindo questões secundarias. O desafio do setor é saber o que ignorar e focar em temas realmente estruturantes, entre os quais um dos mais relevantes é a capacitação.

Conheça os professores da Uniabes no Congresso ABES Fenasan 2017

Uniabes, plataforma EAD de cursos para o Saneamento Ambiental, estará presente no Congresso ABES Fenasan 2017, o maior evento do setor nas Américas, que acontecerá no são Paulo Expo de 2 a 6 de outubro (programação técnica dias 3, 4 e 5 de outubro; solenidade de abertura, no dia 2, e visitas técnicas em 6/10).

Quem visitar o Espaço Uniabes, ao lado da Livraria da ABES, poderá conhecer e obter informações sobre todos os cursos EAD disponíveis e conhecer alguns dos professores.

Esta é uma oportunidade imperdível para os alunos dos diversos cursos EAD encontrarem pessoalmente os docentes. E também para os visitantes em geral de saber mais sobre os temas dos cursos, conversando com professores e alunos da Uniabes, e de escolher seu curso.

Confira os horários dos encontros com os professores:

 

Professores Eduardo Pacheco Jordão e Ana Silvia Santos

Curso Tratamento de Esgotos Domésticos

Dia 3 de outubro, terça-feira, das 16h às 18h

 

Professores Sebastian Butto e Marina Aguiar

Curso Regulação do Setor de Saneamento-Teoria e Prática

Dia 5 de outubro, quinta-feira, das 10h às 12h

Despoluição de córregos em áreas urbanas

Capacitação gerencial – foco em gerentes, supervisores e técnicos

Sobre o autor:

GILMAR MASSONE, Agrimensor (Esc. Paulista de Agrimensura), Administrador de Empresas (UNISANTANA), Tec. em Estradas e Vias Urbanas (FATEC), Especialista em Engenharia de Saneamento Básico (USP); Gestor Técnico da Unidade de Gerenciamento do Programa Córrego Limpo (SABESP) – Ciclo 2007 a 2015, planejamento e pré-diagnóstico para a despoluição e otimização do sistema de coleta de esgotos da Bacia do Rio Pinheiros, estudos hidrográficos para instalação de UTRs – Unidade de Tratamento de Rios para despoluição do Rio Pinheiros, coordenação e levantamento de dados do sistema de esgotos para despoluição dos córregos na Zona Norte de São Paulo, consultor em recursos hídricos e manejo de águas pluviais em áreas de enchentes (PMSP),  e participante do Núcleo de Esgotamento Sanitário da Divisão Técnica de Engenharia Sanitária do Instituto de Engenharia.


Este curso EAD dará aos Gerentes, Supervisores e Técnicos do setor de saneamento, envolvidos com a gestão de sistemas de esgotos sanitários e de drenagem urbana, conhecimentos técnico e gerencial para despoluir córregos, a partir da abordagem dos porquês que os córregos urbanos estão poluídos, assim como a estratégia e metodologia para despoluição, visando fornecer aos profissionais de cidades brasileiras quais as técnicas a serem utilizadas. Experiências bem sucedidas em São Paulo, através do Programa Córrego Limpo, serão retratadas. Além de repassar as experiências e conhecimentos de técnicas, abordará também a necessária comunhão de propósitos e de gestão integrada rumo à sustentabilidade que Prefeituras Municipais, empresas operadoras de sistemas de esgotos e a população devem ter. A partir de moderna plataforma didática (E-learning).

Carga horária

O curso estará composto de 08 módulos e 65 horas aula com duração total de 3 meses.

Conteúdo programático

  1. Os caminhos da poluição
  2. Visão geral sobre poluição
  3. Sistema de esgotamento sanitário
  4. Sistema de drenagem
  5. Envolvimento da população
  6. Despoluição de córregos
  7. Metodologia para despoluição
  8. Conhecimento e prática em despoluição
  9. Fluxograma e atividades para a despoluição
  10. Estudo de caso: Despoluição do Córrego Carandiru/Carajás
  11. Detalhamento e definição de bacias e sub-bacias hidrográficas e identificação de córregos cobertos a partir das curvas de nível.

Investimento:

  • Não associado: R$ 1.400,00
  • Associado individual ou empresa: R$ 1.120,00 (20% desconto)

Forma de pagamento: à vista ou no cartão de crédito através do Pagseguro

Pessoa jurídica, inscrições em grupo,  entrar em contato através do e-mail uniabes@abes-dn.org.br

Garanta seu desconto, seja um associado ABES.

Este formulário está em manutenção no momento. Tente novamente mais tarde.